Habitat

Criar um campo de investigação e experimentação crítica sobre os assentamentos humanos dando prioridade à formação de um novo tipo de agente (pesquisador, professor e profissional inovador) apto a enfrentar os atuais problemas da construção da cidade e da gestão urbana de forma participativa e capaz de desenvolver a qualidade ambiental, os valores democráticos e os direitos sociais. Assim, esse campo deverá privilegiar a análise e proposição de produtos e práticas efetivas que compõem a “cidade real”.
Coordenador: Prof Dr João Sette Whitaker Ferreira
Suplente: Profª Drª Nilce Cristina Aravecchia Botas

LINHAS DE PESQUISA

1. INDICADORES E FUNDAMENTOS SOCIAIS DO HABITAT

Estudo de indicadores sócio-espaciais e análise crítica dos assentamentos humanos a partir das contradições presentes em sua produção visando avaliar e orientar intervenções que minimizem a sua apropriação desigual, oferecendo parâmetros e estratégias que permitam o acompanhamento participativo dos habitantes na sua evolução.

2. PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS A PRODUÇÃO E GESTÃO DO HABITAT

Estudo da organização da sociedade civil e das políticas públicas de habitação social buscando entender as carências urbanas às reivindicações sociais tendo em vista subsidiar alternativas e formas de participação na gestão urbana e na definição dos assentamentos humanos.

3. FORMAS DE PROVISÃO NA EDIFICAÇÃO, URBANIZAÇÃO E INFRA-ESTRUTURA

Estudos relativos à construção do habitat de forma a subsidiar projetos alternativos que viabilizem a realização de políticas sociais e a eficácia na produção de edifícios e da infra-estrutura urbana.

4. QUESTÕES FUNDIÁRIAS E IMOBILIÁRIAS, MORADIA SOCIAL E MEIO AMBIENTE

Estudo das questões fundiárias e ambientais como elemento estratégico do acesso social à moradia e à cidade visando superar obstáculos e viabilizar a sua democratização.