Criado formalmente em agosto de 2000, junto ao departamento de projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, o LabCom, sob a coordenação da profa Dra Heliana Comin Vargas, tem como objetivo fortalecer e aprofundar estudos na área do conhecimento que discute as relações entre a atividade de comércio e serviços varejistas e a cidade. Os trabalhos e pesquisas desenvolvidos no LabCom visam, primeiramente, fornecer insumos para a elaboração de políticas públicas de controle e indução do desenvolvimento urbano e trabalhar o ensino com pesquisa em arquitetura e urbanismo nesta área específica do conhecimento. Tem ainda como intenção contribuir com os diversos agentes varejistas no sentido de melhorar o desempenho de suas atividades, contribuindo para a dinâmica urbana com a geração de emprego e renda.

A base para a constituição deste laboratório parte da compreensão da importância da atividade de comércio e serviços na construção da vida urbana, mantendo uma relação de origem com a cidade. Portando, inclui entre suas pesquisas aquelas relativas ao setor terciário enquanto atividade econômica e seu rebatimento territorial, com ênfase nas atividades de comércio e de serviços varejistas as quais adentram o campo da recreação e lazer, cultura e turismo. Com esta intenção é receptivo ao desenvolvimento de estudos sobre a evolução da atividade no tempo; aspectos conceituais da troca ao consumo; localização do terciário no território; os diversos atores envolvidos e suas principais características; os edifícios e sua arquitetura; as políticas urbanas; a presença do terciário na paisagem urbana e no espaço público; as formas de comunicação urbana; dentre outros. Tendo como pano de fundo a dinâmica da atividade de comércio e serviços, as pesquisas do laboratório incorporam o estudo das mais diversas formas de manifestação física da atividade terciária no ambiente construído, analisando sua arquitetura, inserção urbana, aspectos locacionais e mercadológicos e atores envolvidos: de ambulantes a Shopping Centers. A compreensão da dinâmica da ação dos diversos agentes sobre o espaço urbano e o estabelecimento de políticas de controle voltadas para o desenvolvimento econômico e social são os objetivos maiores das pesquisas desenvolvidas no âmbito do laboratório de comércio e cidade.

 


 


  •  
  • Heliana Comin Vargas

arquiteta e urbanista pela FAUUSP, em 1974; economista pela PUC-SP, em 1982; Mestre, em 1986 e Doutora, em 1993, em arquitetura e urbanismo pela FAUUSP; Pós-doutorado em Formação de Lideranças para o Planejamento Ambiental, em Genebra, na Academia Internacional de Meio Ambiente, em 1996. É professora Titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, departamento de projeto, junto ao grupo de disciplina de planejamento urbano e regional, tendo atuado como chefe do departamento de projeto entre 2004 e 2008. Foi Diretora Presidente da FUPAM, Fundação para a Pesquisa Ambiental entre 2002-2004. Tem se dedicado nos últimos 30 anos ao estudo do setor terciário sendo especialista em estudos de dinâmica e economia urbanas com ênfase nas atividades de comércio e serviços varejistas adentrando o campo das atividades de recreação e lazer, cultura e turismo, onde também atua como consultora.

É líder de grupo de pesquisa "A lógica do espaço Terciário". Entre outras publicações, é autora dos Livros: "Novos instrumentos de Gestão Ambiental Urbana" publicado pela EDUSP, 2001; "Espaço Terciário: o lugar, a arquitetura e a imagem do comércio" pela editora SENAC, 2001; e, Intervenções em Centros Urbanos. Objetivos, estratégias e resultados, pela Editora Manole, 2006/2009. No ensino de graduação em arquitetura e urbanismo destacamos entre outras publicações a organização do Livro: Seminário de Ensino. Arquitetura e Urbanismo. São Paulo: FAUUSP.2007.Atualmente é presidente da Comissão de Graduação da FAUUSP para o período 2008-2010. No campo do ensino de pós-graduação strito sensu dedica-se fundamentalmente ao estudo do Setor Terciário e a Estruturação do Espaço Urbano. Foi coordenadora de Mestrado Interinstitucional entre 2004-2005. Na pós graduação lato sensu tem atuado na área de Planejamento Turístico, Gestão Ambiental Urbana, Gestão de Shopping Center e Planejamento Urbano, com experiência internacional e com diversas publicações na área.

 


 


  •  
  • Cibele Haddad Taralli

(1951), Arquiteta e Urbanista pela FAUUSP (1974). Mestre (1984) e Doutora (1993) em Arquitetura e Urbanismo pela FAUUSP. Professora Doutora em regime de turno completo - RTC junto ao Departamento de Projeto da FAUUSP. Sua principal atuação está na área de Desenho Industrial, Arquitetura e Urbanismo, Legislação Urbana e Regional, com ênfase voltada às atividades de Arquitetura e Urbanismo, Desenho Industrial.

Palavras-Chaves: projeto, design, desenho industrial, mobiliário, edificação, ambiente urbano.



  • Andreina Nigriello

(1947),Arquiteta e Urbanista pela FAUUSP (1971); Mestre em Planejamento Urbano e Regional pela UFRJ (1977); Doutora em Estruturas Ambientais Urbanas pela FAUSP (1987). Pós-doutorado em Planejamento de Transporte em Paris - CETUR (1989). É Professora Doutora junto ao Departamento de Projeto da FAUUSP; Diretora de Planejamento Metropolitano e Territorial da Secretária de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo (2004). Atua na área de Planejamento de Transporte e Urbanismo, Desenho Urbano e Planejamento e Projeto do Espaço Urbano.

Palavras-Chaves: planejamento urbano, transporte, mercado imobiliário.



  • Wilson Edson Jorge

(1940), Arquiteto e Urbanista, pela FAUUSP (1963); Mestre (1980) e Doutor (1987) em Arquitetura e Urbanismo pela FAUUSP; Livre-Docente pela FAUUSP (2000). É Professor Titular junto ao Departamento de Projeto; onde atua na área de Planejamento Urbano e Regional - Projeto de Arquitetura com ênfase em Políticas Urbanas.

Palavras-Chaves: penitenciária; hotelaria; política nacional; política urbana.


 

ECONOMIA, TERRITÓRIO E SOCIEDADE
A Lógica do Espaço Terciário

Esta linha de pesquisa, desenvolve estudos sobre setor terciário incluindo a análise da sua dinâmica em termos de atividade econômica e social e seu rebatimento no espaço urbano e regional. A amplitude do tema inclui: o estudo as diversas categorias do terciário (comércio e serviços, recreação e lazer, cultura, turismo, marketing dentre outros); a sua diferenciação por domínio ( público /privado); a sua estrutura ( serviços/ comando); e fatores locacionais. Sua escala, discute as questões macro econômicas e territoriais, as escala urbana e intra urbana e sua importância em termos de economia urbana, desenho urbano e imagem urbana, entrando também com análises para suporte do projeto urbano e edilício dos espaços terciários.

Comércio e Cidade: uma relação de origem

A pesquisa tem como objetivo geral a ampliação e o aprofundamento do conhecimento sobre as relações entre a atividade de comércio e serviços varejistas e a cidade, com vistas as fornecer insumos para a elaboração de políticas públicas de controle do desenvolvimento urbano, assim como subsídios para os diversos agentes varejistas no sentido do aperfeiçoamento de suas atividades. Dentro deste escopo, são contemplados os seguintes aspectos:

  • enquanto atividade econômica nas suas várias escalas de atuação, (cadeia produtiva e relacionamento com os demais setores) e no âmbito do desenvolvimento urbano enquanto geradora de emprego, receita e renda ;
  • enquanto atividade de caráter social-cultural no que se refere à geração de emprego , abastecimento cotidiano, e sociabilidade por meio dos encontros e das trocas;
  • estudo dos diversos tipos de agentes envolvidos com o comércio varejista, (ambulantes, lojistas independentes, grandes lojas, empreendimentos imobiliários, centrais de abastecimento, e- commerce) ;
  • aspectos locacionais e suas relações com as mudanças na economia e as novas tecnologias de transporte e comunicação, e as especificidades dos diversos agentes varejistas;
  • Políticas urbanas e instrumentos legais de controle da atividade (urbanísticos, tributários, trabalhistas), no que se refere à localização, imagem e relações empresariais e econômicas;
  • O comércio e seu impacto no ambiente construído, na paisagem , imagem e comunicação urbanas
Intervenções em áreas centrais

Requalificação de áreas urbanas centrais, e ruas tradicionais de compras, com foco no desenvolvimento do comércio e serviços varejistas, lazer e turismo, de forma a alimentar as políticas urbanas.

TURISMO E TERRITÓRIO
Produção e gestão do espaço turístico

A pesquisa busca investigar a apropriação do território pela a atividade turística, predominantemente voltada para o ambiente urbano (construído).Considerando que a atividade turística tem como produto principal o lugar onde as atividades acontecem, entender o território urbano, seu potencial já existente, a forma como é produzido e apropriado, assim como o controle da ocupação do território são de grande importância para o desenvolvimento urbano. As pesquisa desenvolvidas visam, portanto, ampliar os conhecimentos sobre a leitura do ambiente urbano, seu planejamento e gestão com ênfase na atividade turística.

PROJETO DE ARQUITETURA; TEORIA E CONCEITO
Arquitetura de negócios: do espaço da troca ao espaço do consumo

O conceito de Arquitetura de Negócios como insumo para o ensino do projeto. Estudo dos diversos formatos varejistas: arquitetura e contexto para o seu florescimento. Os espaço comerciais objeto de estudos vão da Praça de Mercado ao Shopping Centers.


 


  •  
  • Ana Luísa Howard de Castilho

Arquiteta e Urbanista pela FAUUSP (1987), Mestre em Estruturas Ambientais e Urbanas pela FAUUSP (1998) com a dissertação: "A Vila de Paranapiacaba e a Problemática da Intervenção", e Doutora em Planejamento Urbano e Regional pela FAUUSP (2008) com a tese: "Consensos e Dissensos no centro de São Paulo: significado, delimitação, apropriação e intervenção". Professora de 1994 até 2007 em cursos universitários de arquitetura e urbanismo, e turismo. Consultora em projetos relacionados ao urbanismo e ao patrimônio cultural desde 1999. Co-organizadora e co-autora de dois capítulos do livro "Intervenções em Centros Urbanos: objetivos, estratégias e resultados" - Editora Manole. Membro da International Downtown Association - IDA. Coordena o documentário: "O Porto de Santos e a História do Brasil" e a pesquisa relativa ao mesmo.



  •  
  • Camila Faccioni Mendes

Arquiteta e urbanista graduada e mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde iniciou extensa pesquisa acadêmica no campo da arquitetura do comércio, poluição visual e comunicação visual urbana. Publicou diversos artigos sobre o tema e também o livro "Paisagem Urbana: uma Mídia Redescoberta", em 2006, pela Editora SENAC. Atua como consultora em projetos urbanísticos de requalificação de áreas urbanas com ênfase na leitura do ambiente urbano sob a ótica da publicidade externa e do mobiliário urbano. Além disso, trabalha com a revitalização de bairros degradados nos Estados Unidos, pelo programa "Healthy Blocks", desenvolvido junto à instituição NeighborWorks Rochester.



  •  
  • Cristina Pereira de Araújo

Graduação em: Tecnologia em Construção Civil pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo (1994) e Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (1999); mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente cursa o doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo. Exerce atividades de coordenação e docência em cursos de graduação e pós-graduação da iniciativa privada, além de responder pela direção da Escola Municipal de Jardinagem e Herbário Municipal, vinculada à Secretaria do Verde e do Meio Ambiente. Tem experiência na área de arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: educação ambiental, planejamento ambiental e urbano, turismo e produção do espaço. Entre as publicações mais recentes incluem-se: Araujo, Cristina Pereira de. "Um Porto Seguro para os próximos 500 anos". Revista Bahia Análise & Dados, Salvador, Bahia, 2005, volume 15, setembro-dezembro. Araujo, Cristina Pereira de. "As duas Porto Seguros". In: Globalização e Marginalidade. Natal: EDUFRN, no prelo.



  •  
  • Eloisa Ramos Ribeiro Rodrigues

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela UNIFIL (1995) e mestrado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos - SP (1998). Atualmente é professora efetiva da UEL - Universidade Estadual de Londrina, desde 1998 e está licenciada para realização do Doutorado em Arquitetura e Urbanismo na FAUUSP, na linha de pesquisa de Planejamento Urbano e Regional. Lecionou como professora titular no Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFIL - Centro Universitário Filadélfia de 1996 a 2007, entre outras. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Planejamento Urbano, Desenho Urbano e Paisagismo, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento comercial urbano, design urbano e planejamento e projeto da paisagem urbana.



  •  
  • Fernando Garrefa

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário Moura Lacerda (1995), mestre em Arquitetura e Urbanismo (Tecnologia do Ambiente Construído) pela EESC-USP (2002) e doutor em Arquitetura e Urbanismo (Planejamento Urbano) pela FAU-USP (2007). Atualmente é da faculdade de arquitetura e urbanismo e design da Universidade Federal e Uberlândia. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase nos estudos da arquitetura comercial, principalmente voltada ao Shopping Centers. A tese de doutorado intitulada. Shopping Centers : de centro de abastecimento a produto de consumo, está em fase de edição de livro pela editora SENAC.



  •  
  • Isabella Masano

Isabella Masano é mestranda em Planejamento Urbano e Regional na FAU - USP. Bacharel em Turismo pela ECA-USP e Tecnóloga em Hotelaria pelo SENAC-SP, complementou seus estudos de graduação com os cursos: Gestão do Negócio Turístico e Intensivo em Administração na FGV-SP. Realizou também cursos de culinária nas escolas Le Cordon Bleu e Lenôtre, na França. Atua como chef no restaurante Amadeus, em São Paulo, e participa de congressos e festivais gastronômicos no Brasil e no exterior. Desenvolve, também, alguns projetos como consultora na Geografia de Mercado.



  •  
  • Mauro Scazufca

Arquiteto, atualmente é Doutorando pela Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, na área de Planejamento Urbano e Regional, tendo como tema de estudo: Porto de Santos, desafios para qualidade logística. Leciona na Universidade de Ribeirão Preto, Guarujá. No curso Gestão Portuária. Tem experiência no desenvolvimento de projetos urbanos voltados para infra-estrutura de apoio logístico, para requalificação de espaços comerciais e turísticos, além de urbanização de áreas habitacionais degradadas. Atualmente é Secretário Municipal de Planejamento e Gestão Financeira de Guarujá, SP, tendo como principais experiências anteriores a gerência de planejamento do Anhembi Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo e a diretoria técnica e presidência de COHAB-SANTOS. Participou de inúmeros seminários como palestrante, além de conselhos municipais e regionais voltados para questões de desenvolvimento urbano.



  •  
  • Ricardo Alexandre Paiva

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará (1997) e mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente está cursando o Doutorado em Arquitetura e Urbanismo na FAUUSP, financiado pela FAPESP. Lecionou como professor substituto e convidado no Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Ceará e no Curso de Arquitetura e Urbanismo na Universidade de Fortaleza. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em História da Arquitetura e Urbanismo e Planejamento Urbano, atuando principalmente nos seguintes temas: arquitetura moderna, turismo e desenvolvimento urbano, patrimônio, arquitetura e urbanismo contemporâneo.



  •  
  • Sílvia Maria de Carvalho Fernandes

Engenheira Industrial Mecânica pela UNISANTA / Santos em 1986. Especialista em Gestão de Trânsito, tendo atuado junto Companhia de Engenharia de Tráfego - CET / SANTOS, como Analista de Transporte e Tráfego entre 1998 - 2000. Desde 2000 trabalha como Gestor de Trânsito II junto à Companhia de Tráfego de São Paulo. Mestranda da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo desde 2009, na área de planejamento urbano e regional



  •  
  • Valéria Souza Ferraz

Arquiteta e urbanista graduada pela FAAP, licenciada pelo Curso de Formação de Professores pela Belas Artes e mestre em Arquitetura e Urbanismo pela UFRN. Atualmente é doutoranda pela FAU-USP na área de Planejamento Urbano e Regional tendo como tema de estudo a relação entre hospitalidade urbana e atividades comerciais em cidades globais. Atua como arquiteta urbanista na FUPAM e ministra aulas na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da FIAM FAAM FMU



  •  
  • Virgínia Santos Lisboa

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo - FAUUSP (1987). Atualmente está cursando o Mestrado na área de Planejamento Urbano e Regional na FAUUSP. Tem trabalhado direta ou indiretamente no Setor Público com requalificação de áreas comerciais, fluxos e turismo de compras na área central e adequação de espaços de eventos.