A Arquitetura do Café

Objetivos:

Abordar todas as manifestações arquitetônicas ligadas ao ciclo econômico do café, desde os seus primórdios, no início do século XIX no Estado do Rio, até o início do presente século no interior paulista. Estudar tanto as construções rurais como as urbanas. Abordar as várias “intenções plásticas” ali implicitadas como as variadas técnicas empregadas.

Justificativa:

Conteúdo:

Abordagem sistemática de todas as manifestações arquitetônicas ligadas aos ciclos econômicos do café, desde os seus primórdios, no início do Séc. XIX, no Estado do Rio, até o início do Séc. XX no Interior paulista, além de estudar as manifestações ecléticas na capital, sendo do maior interesse o estudo das construções oficiais do período. A substituição da taipa de pilão pelos tijolos, tanto nas construções urbanas como rurais.

Forma de Avaliação:

Observação:

Bibliografia:

BRUNO, Ernani e outros – São Paulo, Terra e Povo. Editora Globo.; HOLANDA, Sérgio Buarque de, e MAIA, Tom. – Vale do Paraíba, velhas fazendas. Cia Editora Nacionale EDUSP – São Paulo, 1975.; BRUSCH, Reynaldo Kuntz – História de Limeira. Edição do autor, 1967.; COSTA, Emília Viotti – Senzala à Colônia. São Paulo, Difusão Européia do Livro, 1966.; CAMPOS, Eudes. Arquitetura Paulistana sob o Império. Tese de doutoramento na FAUUSP, 1997.; DEAN, Warren – Rio Claro – Um Sistema Brasileiro de Grande Lavoura 1820-1920. Ed. Paz e Terra. São Paulo, 1977.; EVANGELISTA, José Geraldo. – Lorena no Século XIX. Governo do Estado de São Paulo, 1978.; GUISARD FILHO, Félix. – Ubatuba. Edição do autor.; GURGEL, Heitor e CAMPOS DO AMARAL – Paraty, Caminho do Ouro. Livraria São José, Rio, 1973.; HOMEM, Maria Cecília Naclério. O Palacete Paulistano. São Paulo, Ed. Martins Fontes, 1996.; LEMOS, Carlos A .C. e outros – São Paulo em Três Tempos – Imprensa Oficial. São Paulo.; _________________________ – Arquitetura Brasileira. Cia. Editora; Melhoramentos. São Paulo.; _________________________.- Cozinhas, etc. Ed. Perspectivas. Coleção Debates, 1978, São Paulo.; _________________________. – Alvenaria Burguesa. São Paulo, Ed. Nobel, 1985.; _________________________. – Ramos de Azevedo e seu Escritório. S. Paulo, Edit. Pini, 1993.; _____________________ – Casa Paulista – São Paulo – EDUSP, 1999.; MELO FRANCO DE ANDRADE, Rodrigo – Arquitetura Brasileira do Ciclo do Café. Ver. Módulo nº 3. Rio – XII, 1955. Formação Histórica de São Paulo; MORSE, Richard M. -. Difusão Européia do Livro. São Paulo, 1970.; PEREIRA DE QUEIROZ, Carlota – Um fazendeiro paulista no século XIX. Conselho Estadual de Cultura. São Paulo.; PUPO, Celso Maria de Mello – Campinas, sem berço e juventude. Academia Campinense de Lêtras 1969.; _______________________ – Campinas, município no Império. – Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1983.; RAINVILLE, César de. – O Vinhola Brasileiro – Eduardo & Henrique Laemmert, Rio, 1880.; REIS FILHO, Nestor Goulart – Quadro de Arquitetura no Brasil. Editora Perspectiva, São Paulo, 1970.; RIO CLARO Sesquicentenário – Diversos colaboradores -Edição do Museu Histórico e Pedagógico Amadeu Bueno da Veiga. Rio Claro, 1978.; SAIA, Luis. Morada Paulista. Ed. Perspectiva. São Paulo.; SAIA, Luis. Joelson Bitran – São Luis do Paraitinga. CONDEPHAAT, 1977. São Paulo.; SAIA, Luis – Notas Preliminares sobre a Fazenda Pau D’Alho. História, Restauração e Projeto de aproveitamento. Revista de História nº 102, São Paulo 1975.; SALMONI, Anita e BENEDETTI, Emma de. Arquitetura Italiana em São Paulo. Ed. Perspectiva, São Paulo, 1981.; SANTOS, Paulo F. – Quatro séculos de arquitetura. Fundação Educacional Rosemar Pimentel. Barra do Piraí, Rio de Janeiro, 1977.; SCHIMIDT, Carlos Borges. Construções de Taipa. Boletim de Arquitetura. 1946. Separata de 1949.; SILVA TELLES, Augusto Carlos da . Vassouras. Estudo da Construção Residencial Urbana. Revista SPHAN, vol. 16. 1968 – Rio de Janeiro.; TAUNAY, A . de E.- A missão artística de 1816. Rio de Janeiro, SPHAB (18), 1956.; WASTH RODRIGUES, José. A Casa de Moradia no Brasil Antigo – Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Vo. 9, Rio, 1945.

Código
Créditos
Área de Concentração