Tecnologia da Cor no Projeto Arquitetônico

Objetivos:

Geral Aprofundar os estudos sobre a cor, principalmente nos seus aspectos tecnológicos, e sua inserção no projeto arquitetônico. Específicos Desenvolver análise conceitual das principais teorias e estudos sobre a cor visando fornecer subsídios para uma maior compreensão do tema. Estudar a abordagem feita por alguns arquitetos e movimentos arquitetônicos com relação às cores através de estudos de projetos arquitetônicos, textos e manifestos. Pesquisar critérios utilizados na definição cromática de projetos arquitetônicos, tanto nos seus aspectos externos como internos, assim como as formas de especificação adotadas nos projetos executivos . Discutir os principais sistemas de notação cromática utilizados, assim como os adotados pela indústria de materiais de construção, principalmente de tintas. Fornecer subsídios específicos às pesquisas desenvolvidas pelos alunos de mestrado e doutorado.

Justificativa:

A disciplina coloca a cor no centro das discussões do projeto arquitetônico, visando a busca de conceitos e desenvolvimento de métodos de inserção no projeto. No processo perceptivo do objeto arquitetônico, assim como consequentemente também no processo conceptivo, as cores são elementos não separados, mas integrados. São sensações humanas primárias para tudo perceptível pelos olhos, inclusive o espaço (BIRREN, 1961). Ao procurar materializar através de representações gráficas ou digitalizadas o projeto concebido, encontra o arquiteto ferramentas e normas que possibilitam a compreensão das suas idéias, no que tange aos aspectos volumétricos e funcionais. Em função da dificuldade dessas ferramentas em lidar com a questão da cor, as visualizações geradas são normalmente distorcidas, podendo gerar uma falsa idéia do objeto concebido, em relação aos seus aspectos formais, relações com o entorno e do espaço resultante. Por ser tema de relevância no ensino e na prática da arquitetura, a disciplina se insere no curso visando fornecer subsídio à pesquisa dos alunos, assim como discutir elementos que possam a vir aperfeiçoar o processo de fazer arquitetura.

Conteúdo:

CONTEÚDO: (Ementa) 1. conceituação de cor : revisão das principais teorias e os princípios de tecnologia da cor; 2. análise histórica do uso da cor na arquitetura e as formas de representação em projeto; 3. Os sistemas cromáticos (Munsell, CIE entre outros) e os atuais sistemas tintométricos e a utilização na especificação cromática no projeto arquitetônico; 4. Estudos de casos, através de seminários baseados em textos selecionados e análise de projetos arquitetônicos definidos no decorrer do curso.

Forma de Avaliação:

ALBERS, Josef, Interaction of Color, New haven / Yale University, 1963 ANTER, Karen Fridell. What Color is the Red House. tese de doutorado. Estocolmo: KTH, 20

Observação:

Participação em seminários •Através de trabalho a ser desenvolvido no decorrer da disciplina

Bibliografia:

BURSATIN, Manlio, A History of Color – Shambhala, London – 1991
KOOLHASS, Rem, FOSTER, Norman, et alt, COLOUR – Birkhauser, Berlin, 2001
GAGE, John – Color and Meaning – University of Color Press – 1999
BRAHAM William W. , Modern Color/Modern Architecture: Amedee Ozenfant and the Genealogy of Color in Modern Architecture – Ashgate Publishing ,2002
GERRITSEN , Frans – Evolution in Color – Schiffer, USA – 1988
HALL, Manly P., The Secret Teaching of All Ages – The Philosophical Research Society, Inc- Los Angeles – 1988
ITTEN, Johannes, The Element of Color, Van Nostrand Reinhold, NY- 1970
MAHNKE, Frank H. Color, Environment & Human Response, Van Nostrand Reinhold, NY, 1996
MATTHAEL, Ruppert, Goethe`s Colours Theory
MONZEGLIO, Elide, Interpretação do Significado do Módulo Cor – FAUUSP – 1972
________________ Espaço\Cor Unidade de Comunicação – FAUUSP – 1979
NEWTON, issac, Sir, Optica , EDUSP, SP- 1996
PEDROSA, Israel, Da Cor à Cor Inexistente, Ed, Universidade de Brasília, 1989
PLATÃO , Timeu e Crítias ou Atlântida, Ed, hemus, 1981
ROSSEAU, René-Lucien, A Linguagem das Cores, Ed. Pensamento, SP – 1995
ROWE, Cristopher – Colour in the Ancient Word – Eranso Year Book – Color Symbolism – Spring Publications – 1988
SLOANE, Patricia – Primary Sources – select Wrightings on Color from Aristoteles to Albers – Patricia Sloane Design Press- NY 1991
ALBERS, Josef, Interaction of Color, New haven / Yale University, 1963
LENCLOS, Jean Philippe Les Couleurs de la France – Maison et Paisages – Paris, Monitteurs, 1983
MUNSELL COLOR SYSTEM , In Journal of the Optical Society of America. — Vol. 30, No. 12 (December 1940)
MUNSELL COLOR COMPANY, Munsell book of color : matte finish collection, Baltimore, 1976
GRAVES, Maitland E, Color Fundamentals; 1952 New York : McGraw-Hill, 1952 HUNTER, Richard S. , HAROLD, Richard W., The Measurement of Apearance, John Willey and Sons, 1976
Johnston, Sean F., Johnston, S.F. A History of Light & Colour Measurement : A Science in Shadows, Institute of Physics Publishing, Portland, 2004
WRIGHT, W.D., The Measurement of Colour, D. Van Nostrand Company, NY, 1969

Código
Créditos
Área de Concentração