Teoria e Crítica Contemporânea da Arquitetura e Urbanismo

Objetivos:

O objetivo da disciplina é discutir os temas contemporâneos concernentes ao espaço social presentes na crítica e na teoria da arquitetura e do urbanismo, e suas implicações no contexto brasileiro e internacional. Essa discussão visa aprofundar os instrumentos de análise e compreensão dos fenômenos urbanos e sua relação com a arquitetura.

Justificativa:

Os fenômenos sociais e culturais que tem marcado o início do século XXI – a integralização da “sociedade urbana” e seus conflitos espaciais – demandam da reflexão urbanística e arquitetônica novas categorias de análise, para além das explicações consolidadas. Tanto no sentido de compreender e explicar os fatos recentes, quanto em reavaliar a produção moderna no Brasil. Essa condição aponta para dificuldades espaciais específicas do urbanismo e da disciplina arquitetônica, o que exige constante problematização e atualização de conceitos e categorias de análise. A centralidade histórica do conceito de espaço e de espaço social tem renovado interesse disciplinar, e essa é a ênfase para os debates propostos.

Conteúdo:

Espaço social; releitura da “revolução urbana” de Henri Lefebvre; cidade, campo e metrópole; desterritorialização, reterritorialização e globalização; espaço e financeirização; arquitetura e desenvolvimento social; espaço social no pensamento brasileiro; campo disciplinar; formação do Brasil moderno e o processo de urbanização.

Forma de Avaliação:

Seminários apresentados pelos alunos, participação nas discussões e trabalho final.

Observação:

Bibliografia:

ARANTES, O. B. F. Urbanismo em fim de linha: e outros estudos sobre o colapso da modernização arquitetônica. [s.l.] EdUSP, 1998.
ARANTES, O. B. F.; VAINER, C. B.; MARICATO, E. A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. [s.l.] Editora Vozes, 2000.
BOURDIEU, P. O Poder Simbólico. [s.l.] Bertrand Brasil, 2004.
BUCK-MORSS, S. Dreamworld and Catastrophe: The Passing of Mass Utopia in East and West. Reprint edition ed. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 2002.
CALDEIRA, T. P. DO R. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. [s.l.] Editora 34, 2000.
CUTHBERT, A. Understanding Cities: Method in Urban Design. [s.l.] Routledge, 2011.
DAMATTA, R. A casa e a rua. 5a. edição ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
EASTERLING, K. Enduring Innocence: Global Architecture and Its Political Masquerades. Cambridge, Mass.; London: The MIT Press, 2007.
FERNANDES, F. A revolução burguesa no Brasil?; ensaio de interpretação sociológica. First edition ed. [s.l.] Zahar Editores, [s.d.].
FREHSE, F. The space of social life: an introduction. Estudos Avançados, v. 27, n. 79, p. 69–74, jan. 2013.
FREYRE, G. Casa-Grande e Senzala: Formacao da Familia Brasileira. 47 edition ed. [s.l.] Global, 2005.
FREYRE, G. Rurbanizacao: Que e? [s.l.] Editora Massangana, Fundacao Joaquim Nabuco, [s.d.].
FREYRE, G. Sobrados e Mucambos (Portuguese Edition). [s.l.] Global Editora, 2013.
HARVEY, D. Condição pós-moderna. [s.l.] Edicoes Loyola, 1998.
HARVEY, D. Rebel Cities: From the Right to the City to the Urban Revolution. 1. ed. [s.l.] Verso, 2012.
HOLANDA, S. B. DE. Raízes do Brasil. [s.l.] Companhia das Letras, 1995.
JAMESON, F. A Cultura do dinheiro: ensaios sobre a globalização. [s.l.] Vozes, 2001.
JAMESON, F. Espaço e imagem: teorias do pós-moderno e outros ensaios. [s.l.] Urfrj, 1995.
JAMESON, F. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. [s.l.] Ática, 1996.
JR, C. P. Formacao do Brasil Contemporaneo. [s.l.] Companhia das Letras, 2011.
LEFEBVRE, H. O Direito À Cidade – 5a Ed. 4a. Edição ed. São Paulo: Centauro, 2001.
LEFEBVRE, H. The production of space. Oxford, OX, UK; Cambridge, Mass., USA: Blackwell, 1991.
LEFEBVRE, H., BONONNO, ROBERT; SMITH, N. The urban revolution. Minneapolis (Minn.); London: University of Minnesota Press, 2003.
LÉVI-STRAUSS, C. Tristes trópicos. [s.l.] Companhia das Letras, 1996.
MAIA, J. M. E. Terra como invenção (Portuguese Edition). [s.l.] Zahar, [s.d.].
MARICATO, E. Metrópole na periferia do capitalismo: ilegalidade, desigualdade e violência. [s.l.] Editora Hucitec, 1996.
SANTOS, M. Espaço e sociedade: ensaios. [s.l.] Editora Vozes, 1979.
SANTOS, M.; ELIAS, D. Metamorfoses Do Espaco Habitado: Fundamentos Teoricos E Metodologicos Da Geografia. [s.l.] Editora Aucitec, 1988.
SANTOS, M.; MARQUES, M. C. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoçã. [s.l.] EdUSP, 2002.
SCOTT, F. D. Architecture or Techno-utopia: Politics after Modernism. Reprint edition ed. Cambridge, MA: The MIT Press, 2010.
SIMMEL, G. As grandes cidades e a vida do espírito (1903). Mana, v. 11, n. 2, p. 577–591, out. 2005.
SIMMEL, G. Questões fundamentais da sociologia: indivíduo e sociedade (Portuguese Edition). 1 edition ed. [s.l.] Zahar, 2012.
SOJA, E. Geografias Pós-Modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica (Portuguese Edition). 1 edition ed. [s.l.] Zahar, 2013.
STANEK, L. Henri Lefebvre on space: architecture, urban research, and the production of theory / Lukasz Stanek. Minneapolis, MN: University of Minnesota Press, 2011.
STEVENS, G. The Favored Circle: The Social Foundations of Architectural Distinction. Cambridge, Mass.; London: The MIT Press, 2002.
TAFURI, M. La esfera y el laberinto: vanguardias y arquitectura de Piranesi a los años setenta. [s.l.] Gustavo Gili, 1984.
TAFURI, M. Projecto e utopia. [s.l.] PRESENÇA II, [s.d.].
WILLIAMS, R. Campo e A Cidade: Na Historia e Na Literatura. [s.l.] Companhia das Letras, 2011.

Código
Créditos
Área de Concentração