Teoria e Prática da Arquitetura Contemporânea

Objetivos:

Abordar uma tema específico, relevante para a cultura contemporânea, sob os aspectos teóricos / conceituais e práticos / projetuais numa sequência em que o aluno passe de uma fase informativa para uma prática e crítica; – Proporcionar ao aluno a passagem de uma fase em que há um aprendizado do repertório sobre o tema para uma fase de aplicação sob a forma de exercícios práticos, para então avaliar criticamente os resultados sob a forma de seminários

Justificativa:

A escolha do tema: “Museus para ao novo século”justifica-se pela importância que essas instituições passaram a ter, não mais como simples arquivos mas como elementos estruturadores das políticas culturais das cidades em sua luta por uma qualidade de vida melhor. Como observou Thomas Krens, atual diretor da Fundação Guggenheim, “os museus são uma idéia populista do século XVIII (a enciclopédia), espremida numa caixa do século XIX ( o palácio expandido), que completa seu destino estrutural no século XX. Que os museus para o novo século não mais se assemelharão às formas institucionais e sociais, que calma e persistentemente evoluiram nos últimos duzentos anos, trata-se de uma conclusão indiscutível. Aquelas organizações que se estruturaram para responder a essas mudanças fundamentais melhor e mais eficientemente serão as que sobreviverão e se desenvolverão no século XXI”. (Guggenheim Magazine, Fall 1997, pg. 8). O curso pretende através de aulas expositivas e leituras programadas, organizar a critica arquitetônica para as mudanças que ocorreram nos últimos vinte anos e para a compreensão da importância crescente, que a instituiçãoa MUSEU, tem para a cidade contemporânea. A parte prática, que compreende o desenvolvimento de um estudo preliminar será completada por um seminário, onde os alunos apresentarão suas propostas e discutirão os resultados.

Conteúdo:

1) Apresentação e Objetivos do Curso: Museus para o novo século; Uma história dos museus: a caixa e os objetivos. 2) Museus como organismos em crescimento contínuo; 3) O Museu e a cidade pós-industrial; 4) Museus para arte contemporânea; 5) O Museu Global; 6) Museus especializado; 7) Museu de última geração; 8) O programa e o terrreno; 9) O programa e a tectonica; 10) Estudos de iluminação natural e artificial

Forma de Avaliação:

Observação:

Bibliografia:

Maria Christina Barbosa de Almeida (Coord.), “Guia de Museus Brasileiros”, São Paulo, Universidade de São paulo, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, Comissão do Patrimônio Cultural, 1997; KENNETH HUDSON, A Social History of Museums (What the Visitors Thought), London, The McMillan Press, 1975; GERMAIN BAZIN, El Tiempo de los Museos, tradução P. Casanova Viamonte, Madrid, Ed. Daimon, 1969; COOSJE VAN BRUGGEN, Frank O. Gehry Guggenheim Museum Bilbao, New York, Guggenheim Museum Publications, 1997; R. Meier, A.L. HUXTABLE, S. D. ROUNTREE, H. M. WILLIAMS, Making Architecture The Getty Center, Los Angeles, The J. P. Getty, Trust, 1997; PATRICIA CUMMINGS LOUD, The Art Museums of Louis I. Kahn. Foreword by Michael Mezzatesta, Durham & London, Duke University Press and The Duke Museum of Art, 1989; NIKOLAUS PEVSNER, A History of Building Types, Princeton, Princeton University Press, 1976, pgs 111-138 and notes on pgs 306-309; TONY BENETT. The Birth of the Museum: History, Theory, Politics, London, Routledge, 1995; JOSEP M. MONTANER, Museums for the New Century, Barcelona, Editorial Gustavo Gili, 1995; KENNETH HUDSON, MUseums of Influence, Cambridge, Cambridge University Press, 1987; GEOFF MATTHEWS, Museums and Art Galleries. Design and Development Guides, London, 1990; DOUGLAS DAVIS, The Museum Transformed. Design and Culture in the Post-Pompidou Age, New York, Abbeville, 1991; DOUGLAS CRIMP, On The Museum’s Ruins, Cambridge MA, The MIT Press, 1993; RICHARD MEIER, Building the Getty, New York, Knopf, 1997;JOSEP M. MONTANER, Nuevos Museos, Espacios para el Arte y la Cultura, Barcelona, Ed. Gustavo Gili, 1990; JOSEP M. MONTANER, JORDI OLIVERAS, The Museums of the Last Generation, Barcelona, Ed. Gustavo Gili, 1986

Código
Créditos
Área de Concentração