Habitação Popular Paulistana

A disciplina aborda o problema de moradia das classes populares a partir das duas últimas décadas do século XIX. Analisa-se o cortiço, a vila operária e a casa construída, bem como o processo de parcelamento do solo na cidade de São Paulo e o início de segregação espacial de população mais carente. Trata-se de introdução aos problemas de planejamento das moradas proletárias destacando-se os seguintes aspectos: sistemas construtivos, ocupação do lote, dimensionamento mínimos e superposição de funções no tempo e no espaço. Estuda-se a favela e outros assentamentos subnormais bem como as soluções oficiais que tem sido desenvolvidas para solucionar o problema submoradia.

Código
AUH0505
Natureza
Optativa
Carga Horária
30
Créditos
2
Semestre ideal
4
Departamento
Docentes
Turmas