FAU NA MÍDIA – Vitória de “Parasita” representa uma autocrítica da academia americana de cinema

Guilherme Wisnik 

Publicado em 13/02/2020 – Jornal da USP

Na coluna desta semana, Guilherme Wisnik comenta sobre Parasita, escolhido como melhor filme no Oscar 2020. O professor já havia comentado a produção sul-coreana na ocasião do seu lançamento. No entanto, destaca agora a importância de, pela primeira vez, o prêmio ter ido para um filme de língua não inglesa.

Leia mais em https://jornal.usp.br/radio-usp/vitoria-de-parasita-representa-uma-autocritica-da-academia-americana-de-cinema/