extensão

Solidão – Uma história real de uma cidade imaginária

Publicado em 19/02, por Ítalo Stephan – Revista Vitruvius

A cidadezinha Solidão, como passou a ser chamada por último, já teve seus tempos de glória. Já se chamou Santa Cruz do Eldorado, depois Vila Esperança. Nela já se tirou ouro, plantou-se cana-de-açúcar, café, criou-se gado; lá já teve estrada de ferro e até indústria. Ítalo Stephan é arquiteto e urbanista, doutor pela FAU USP, professor da Universidade Federal de Viçosa.

Ler na íntegra