FAU na Mídia

FAU NA MÍDIA – Em “Parasita”, a voz dos excluídos se faz ouvir

Guilherme Wisnik 

Publicado em 28/11/2019 – Jornal da USP

Parasita, filme sul-coreano de Joon-ho Bong, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, segue uma tendência recente de obras cinematográficas – como o próprio Coringa, tema da coluna anterior – focadas na crítica social, na desigualdade de classes e nas contradições do capitalismo global. 

Leia mais https://jornal.usp.br/radio-usp/colunistas/em-parasita-a-voz-dos-excluidos-se-faz-ouvir/.

FAU NA MÍDIA – Programa Minha Casa, Minha Vida está mais uma vez ameaçado

Raquel Rolnik 

Publicado em 28/1/2019 – Jornal da USP

O diretor de Habitação da Caixa Econômica Federal declarou que os recursos para pagamento das obras do programa Minha Casa, Minha Vida estão garantidos, porém, na prática, não é isso o que ocorre. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, garante que o programa habitacional precisa de R$ 620 milhões, que estão sujeitos ao aval do Congresso, para manter as obras em execução neste ano.

Leia mais em https://jornal.usp.br/radio-usp/colunistas/programa-minha-casa-minha-vida-esta-mais-uma-vez-ameacado/

FAU NA MÍDIA – Pesquisa detecta 30 mil famílias removidas de áreas irregulares na Grande SP

Paula Santoro

Publicado em 28/11/2019 – Gazeta de S. Paulo

Nos últimos dois anos, quase 30 mil famílias foram removidas de suas casas na região metropolitana de São Paulo e mais de 170 mil estão com suas moradias ameaçadas.

Os dados são do Observatório de Remoções, projeto coordenado pelo Labcidade da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade Federal do ABC (UFABC) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A plataforma colaborativa faz o monitoramento de despejos e deslocamentos forçados na região metropolitana desde 2012.

Leia mais em https://www.gazetasp.com.br/grande-sao-paulo/58075-pesquisa-detecta-30-mil-familias-removidas-de-areas-irregulares-na-grande-sp. 

FAU NA MÍDIA – São Paulo precisa otimizar suas estradas para facilitar ida ao litoral

Nabil George Bonduki

Publicado em 26/11/2019 – Jornal da USP

Na edição de Cotidiano na Metrópole desta semana, o arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, comenta sobre a lentidão nas rodovias Imigrantes, Anchieta, Dutra e Castello Branco durante o final de semana do feriado do dia 15 de novembro. Na ida para o litoral, paulistanos enfrentaram um trânsito de “mais de oito horas”, conta o especialista.

Leia mais em https://jornal.usp.br/radio-usp/colunistas/sao-paulo-precisa-otimizar-suas-estradas-para-facilitar-ida-ao-litoral/

FAU NA MÍDIA – Banco Mundial e Prefeitura de Teresina ameaçam destruir modos de vida

Raquel Rolnik 

Publicado em 25/11/2019 – UOL

A zona norte da cidade de Teresina está em conflito. Desde 2008 a Prefeitura Municipal da cidade lançou um mega projeto de revitalização urbana, o Programa Lagoas do Norte – PLN, financiado pelo Banco Mundial. São mais de R$ 800 milhões sendo executados pelo programa, envolvendo 13 bairros e afetando diretamente quase 100 mil pessoas, 10% da população da cidade.

Leia mais em https://raquelrolnik.blogosfera.uol.com.br/2019/11/25/banco-mundial-e-prefeitura-de-teresina-ameacam-destruir-modos-de-vida/

FAU NA MÍDIA – O mapa da desigualdade de São Paulo e as lições que vêm das periferias

Raquel Rolnik 

Publicado em 21/11/2019 – UOL

Desde pelo menos os anos 1970, especialmente a partir do lançamento do livro São Paulo 1975 – crescimento e pobreza, estudos apontam as diferenças radicais de qualidade de vida que separam pedaços da cidade. Acostumamo-nos ao contraste entre áreas urbanizadas e a precariedade das periferias, favelas e áreas que não contam com equipamentos, urbanidades, infraestruturas – transporte, rede de água e esgoto, creche e escolas, equipamentos de saúde, esportivos e culturais, pavimentação e eletrificação. Estes estudos foram fundamentais para pautar políticas públicas, pensando na redução dessas desigualdades.

Leia mais em https://raquelrolnik.blogosfera.uol.com.br/2019/11/21/o-mapa-da-desigualdade-de-sao-paulo-e-as-licoes-que-vem-das-periferias/

FAU NA MÍDIA – O futuro da arquitetura brasileira: 15 jovens escritórios, coletivos e práticas

Marina Grinover e Renato Cymbalista

Publicado em 21/11/2019 – ArchDaily Brasil 

É indiscutível a capacidade de adaptação dos profissionais da arquitetura no Brasil. Confrontados, nos anos recentes, com crises de diversas espécies que vêm dificultando a realização de trabalhos e, talvez ainda pior, imersos em uma estrutura que sistematicamente desvaloriza a profissão, o profissional e o projeto, é de surpreender a ampla diversidade e alta qualidade da produção atual. 

Leia mais em https://www.archdaily.com.br/br/928543/o-futuro-da-arquitetura-brasileira-15-jovens-escritorios-coletivos-e-praticas

FAU NA MÍDIA – Guilherme Wisnik participa de bate-papo na Casa Amarela

Guilherme Wisnik

Publicado em 19/11/2019 – Jornal da USP

O professor Guilherme Wisnik – docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP e colunista da Rádio USP (93,7 MHz) – falará sobre o seu mais recente livro, Espaço em Obra – Cidade, Arte, Arquitetura, nesta quarta-feira, dia 20, às 17 horas, na Casa Amarela da Vila Romana. O evento é uma promoção do Clube de Leitura da Casa Amarela.

Leia mais em https://jornal.usp.br/cultura/guilherme-wisnik-participa-de-bate-papo-na-casa-amarela/

FAU NA MÍDIA – São Paulo negra: a memória da cidade é um espaço em disputa

Raquel Rolnik

Publicado em 20/11/2019 – UOL

Em dia de Consciência Negra, a pergunta que não quer calar é: aonde estão os sinais da história negra na cidade de São Paulo? Por que São Paulo insiste em se ver branca, européia, imigrante, chegada nos navios da Europa e do Japão, ocultando seu passado escravo e a presença negra, migrante, dos trens, paus-de-arara de Minas, Bahia, Nordestes?

Leia mais em https://raquelrolnik.blogosfera.uol.com.br/2019/11/20/sao-paul-negra-a-memoria-da-cidade-e-um-espaco-em-disputa/

 

FAU NA MÍDIA – Momento Cidade #14: Por que temos tantas casas vazias em São Paulo?

Paula Santoro e Guilherme Wisnik

Publicado em 19/11/2019 – Jornal da USP

De acordo com dados do Plano Municipal de Habitação, a cidade de São Paulo precisaria de 358 mil novas moradias para zerar seu déficit habitacional. De acordo com o mesmo relatório, a capital paulista possui 1.385 imóveis ociosos, abandonados ou subutilizados em terrenos vazios.

Leia mais em https://jornal.usp.br/podcast/momento-cidade-14-por-que-temos-tantas-casas-vazias-em-sao-paulo/.