Eventos

Seminário Internacional História da Habitação Social na América Latina – Século XX

Publicado em 30 de julho de 2021
Comunicação

De 26/08/2021, às 17:00 a 25/11/2021
Local: Evento online

Depois de décadas de pesquisas sobre habitação social nos âmbitos das fronteiras nacionais,  os  organizadores  deste  seminário  pretendem  reunir  interpretações  em  perspectiva  transnacional  com  o  objetivo  de  identificar  os  pontos  de  contato  que  conformaram  a  questão  da  habitação  na  América Latina no século XX. Debates preliminares levaram ao entendimento de que o período que  vai  de  1945  (fim  da  Segunda  Guerra  e  instituição  da  CEPAL)  a  1973  (interrupção  do  Governo  Socialista  de  Salvador  Allende  no  Chile)  correspondeu  à  conformação  de  uma  América  Latina  substantivada.  Nesse  período,  as  ciências  humanas  no  continente  foram  em  muito  definidas  por  compromissos políticos que pretendiam o desenvolvimento econômico e social de maneira integral  de suas populações, em associação com diagnósticos e propostas para o planejamento territorial.

 

O  processo  foi  embasado  nos  marcos  teóricos  do  subdesenvolvimento,  da  marginalidade  e  da  dependência,  em  situações  de  oposição,  sobreposição  e  ou  cruzamento,  conformando  um  aporte  conceitual  próprio  e  original  que  interferiu  nas  discussões  geopolíticas  acerca  do  que  se  convencionou  chamar  de  “Terceiro Mundo”.  No  âmbito mais  específico  dos  debates  disciplinares,  em especial  na arquitetura e  no  planejamento, a  questão  habitacional  transmutou-se em  questão  urbana.

E, ainda que se admita a importância do período entre 1945 e 1973 para a consolidação do  campo  do  planejamento  regional  na  América  Latina,  com  apoio  nas  diretrizes  do  nacional desenvolvimentisto,  é  fundamental  também  entender  os  antecedentes  desse  movimento,  bem  como algo do momento subsequente, em que o avanço do neoliberalismo colocou em suspenso a  ação direta estatal. Assim, o programa do seminário está dividido em três blocos.

O primeiro se dirige ao período que vai do início do século XX até 1945, quando os debates  disciplinares  e  temáticos  aparecem  como  desdobramento  da  visão  higienista  ou  das  ações  filantrópicas e assistencialistas dos finais do século XIX, e o ambiente diplomático se caracteriza pelo  Pan-americanismo, e por aproximações políticas e comerciais dos países latino-americanos com os  Estados Unidos. O segundo bloco, volta-se à complexidade do período entre 1945 e 1973, cruzando  leituras de casos, instituições, e agentes, para avaliar a produção dos marcos teóricos e a formação

técnica  que  embasou  a  elaboração  de  estudos  e  de  propostas  de  habitação,  considerando  o  momento mais conflituoso marcado pela Guerra Fria. Por  fim, o último bloco buscará analisar com  algum distanciamento os paradigmas de políticas habitacionais, hegemônicos ou alternativos, à luz  da  permanência  e  da  ruptura  com  os  marcos  teóricos  anteriores  que  também  configuraram  representações  acerca  dos  problemas  territoriais  e  habitacionais  na  América  Latina,  ainda  muito  prementes.

Enfim,  desde  os  casos,  temas,  agentes  e  instituições  que  serão  abordados,  pretende-se  colaborar na montagem do complexo panorama da história da habitação social na América Latina no  século  XX,  para  analisar  de  que  maneira  as  dinâmicas  internacionais  conformaram  interesses  e  agendas comuns dos estudos sócio-territoriais na região.

Organização: 
Nilce Aravecchia  – FAUUSP. Brasil

Nabil Bonduki – FAUUSP e Escola da Metrópole IEA USP. Brasil

Rodrigo de Faria – FAU UnB. Brasil

Ana Patricia Montoya – IEU-UNAL. Colômbia

Jorge Ramírez Nieto – FA-UNAL. Colômbia

Rosa Aboy  – FADU-UBA. Argentina

O seminário terá início em 26/08/2021 às 17h (às 15h de Colômbia) e será transmitido pelo canal da  FAUUSP no YouTube.

Programação

América Latina em gestação. A emergência da questão da habitação como questão social.
126/08Apresentação do curso.

Habitação social na América Latina, conceitos e temas.

 

Introdução ao Módulo 1.

Habitação, higienismo e reformas urbanas.

202/09A habitação e os debates sobre a cidade nas primeiras décadas do século XX. Ibero-americanismo e Pan-americanismo.

Convidados:

Fernando Atique – Universidade Federal de São Paulo

Maria Guillermina Zanzottera – ProHUT IAA, FADU-UBA, Argentina

309/09Habitação como questão social, filantropia, ação religiosa e ação empresarial.

Convidados:

Rodrigo Hidalgo Dattwyler – IG, PUC Chile.

Edgar Augusto Valero Julio – FCH UNAL Colômbia

América Latina substantivada. Migrações, ação estatal  e crise urbana.
416/09Introdução ao módulo 2.

A América Latina no Segundo Pós-guerra. Habitação social entre a arquitetura e o planejamento urbano e regional.

523/09Agências internacionais e o problema da habitação na América Latina.

Convidados:

Alejandro Bonilla – EH UCR, Costa Rica

Leandro Benmergui – Purchase College SUNY, EUA

630/09Migrações, a questão urbana e os movimentos populares. Casos do Chile e Brasil.

Convidados:

Boris Cofré Schmeisser – UAHC Chile

Rafael Soares Gonçalves – DSS PUC Rio, Brasil

707/10Movimentos populares e processos participativos.

Os casos do Peru, Bolívia, Venezuela e México.

Convidados:

José Carlos Huapaya Espinoza – UFBA, Brasil

Enrique Ortiz – Coalición Internacional del Hábitat AL, México (A CONFIRMAR)

814/10Agenciamentos estatais e modos de morar dos trabalhadores.

Convidadas:

Flávia Brito do Nascimento – FAU USP, Brasil

Anahii Ballent – IESCT UNQ, Argentina

921/10A ação pública estatal. Os casos do Peru, Venezuela e Colômbia.

Convidados:

Wiley Lodeña Urquizo – UNI, Peru

Beatriz Suinaga – FAU UCV, Venezuela

Alberto Saldarriaga – UNAL, Colombia

Habitação Social na América Latina. Depoimentos, agendas de pesquisa e de ação.
1004/11Convidado:

Alfredo Rodrigues – UAHC, Chile (A CONFIRMAR)

1111/11Convidada:

Martha Schteingart – CEDUA, Colégio de México.

1218/11Convidados:

Benjamin Naum – FUCVAM, Udelar, Uruguai.

Salvador Schelotto – FADU, Udelar, Uruguai. (A CONFIRMAR).

1425/11Perspectivas historiográficas, agendas de pesquisa, agendas de ação.

Debate de encerramento.