Destaques

A FAUUSP e os desafios da comunicação contemporânea

Publicado em 24 de março de 2021
Comunicação

Como relacionar a comunicação pública nos meios institucionais a vida cotidiana da FAUUSP? De que maneira intensificar a presença da FAU nos meios de comunicação direta com a sociedade, para transmitir e dialogar com os conhecimentos gerados na Universidade? A partir dessas indagações, temos trabalhado para ampliar a veiculação da nossa produção acadêmica e científica, com a participação mais efetiva de toda a comunidade nesse processo.

Essa preocupações nos moveram a pensar formas de dinamizar nossos perfis institucionais. Inicialmente o trabalho teve como foco a alimentação cotidiana dos perfis oficiais nas redes sociais, e, então, sentimos que precisávamos ir além.

A entrada no universo do YouTube
Para ampliar o alcance da sólida produção audiovisual do FotoVideoFAU, ela foi abrigada no Youtube, que se consolidou nos últimos anos como a principal plataforma de vídeos na internet. Como desdobramento desse trabalho, e como forma de abrir um canal de comunicação mais amplo com a sociedade pensamos em distintos formatos de vídeo, cujo produto piloto foi o Ponto de Vista, em que professores e convidados manifestam opiniões acerca de temas diversos, relacionados direta ou indiretamente aos trabalhos realizados na Universidade.

Estávamos, aos poucos, testando novas formas de veiculação e inserção midiática, quando o isolamento social imposto pela pandemia nos colocou desafios adicionais. O canal da FAUUSP no Youtube tomou novo alcance ao abrigar as atividades abertas e extracurriculares, como é o caso do FAU Encontros, dos seminários de pesquisa, e, posteriormente, das atividades didáticas de docentes. Para ampliar as possibilidades de receber convidados e realizar ao vivo programas na plataforma, foi criado o FAU em Prosa, que abriga, como o próprio nome sugere, conversas sem roteiros preestabelecidos e, cujo caráter mais informal, deixa a cargo dos proponentes a direção da conversa.

O aumento no número de vídeos ensejou a divisão do canal em seções, para agrupar atividades de natureza similar, indicando aos usuários, da comunidade, e também interessados externos, o temos veiculado. A organização tal qual se apresenta (Conheça a FAU USP, FAU Encontros, FAU em Prosa, Ponto de Vista, Galeria, Eventos, e Aulas Abertas), foi um trabalho conjunto do Serviço de Comunicação Institucional da FAU USP e do FotoVideoFAU, resultado da preocupação de planejar o funcionamento do canal no ano de 2021 e, ao mesmo tempo, acomodar a produção audiovisual já existente.

Com a participação de docentes, funcionários, alunos de graduação e de pós-graduação, além de convidados externos, o canal no Youtube tornou-se rapidamente uma plataforma colaborativa, que cumpre, em parte o papel de dinamizar nossa comunicação interna, e também de aproximar o cotidiano de nossa faculdade para os segmentos sociais interessados nos temas por nós tratados. O Canal da FAUUSP é, portanto, resultado do empenho de todos nós.

Por uma comunicação integrada
Está evidente a necessidade de retroalimentação criteriosa entre as distintas redes sociais e sua relação com os meios mais convencionais de comunicação. Internamente isso envolve avisos, portarias, chamamentos etc, realizados através de e-mail, e também o nosso informativo FAUiNFORMA, cuja versão semanal ganhou formato de newsletter, reportando notícias de maneira mais simples e direta. Do ponto de vista da comunicação com a sociedade, essa preocupação envolve a relação das pautas de nossos perfis oficiais com as matérias jornalísticas reportadas pela mídia tradicional (TV, jornais e revistas), que por vezes solicitam a participação institucional da FAU USP.

O trabalho tem demandado a compreensão desses veículos, com suas linguagens e funcionamento próprios, o que ainda é um desafio diante dos nossos limites materiais e de recursos humanos, que têm buscado constante informação, estudo e atualização. Por isso, as iniciativas de grupos de trabalho, comissões e outras instâncias da FAU de refletir sobre temas e meios que têm desafiado a comunicação científica são fundamentais para formar em nossa comunidade uma cultura de comunicação de ciência. A complexidade dessa atuação envolve desde formas de comunicação científica mais tradicionais e unidirecionais, que pressupõem o caminho do conhecimento da Universidade para a sociedade, até as mais sincrônicas que implicam em ações verdadeiramente colaborativas.

Esperamos que essas linhas deem a dimensão de nosso grande desafio. Trata-se de um trabalho em permanente processo, que lida com as rápidas transformações dos meios e das linguagens, que tem comportado ensaios, erros, acertos e sucessos, e que portanto, está aberto à colaboração e sugestões para adequações necessárias ao seu constante aprimoramento.