Sobre a biblioteca

Histórico

Criada em 1948 simultaneamente à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), a Biblioteca da FAUUSP é uma das mais importantes bibliotecas universitárias especializada nas áreas de arquitetura, urbanismo, design e artes visuais. É também responsável por um dos maiores acervos de desenhos originais de arquitetura existentes em universidades brasileiras.

Funcionando inicialmente em prédio doado pela família Alvares Penteado na rua Maranhão – a Vila Penteado, projetada por Carlos Ekman –, o curso de graduação e a biblioteca foram transferidos em 1969 para a Cidade Universitária, em edifício de autoria de João Batista Vilanova Artigas.

Com o passar dos anos, a Biblioteca enriqueceu sua coleção bibliográfica e ampliou suas atividades e setores, sempre oferecendo serviços diferenciados de auxílio à pesquisa na sua área de abrangência como, por exemplo, o Índice de Arquitetura Brasileira, criado em 1950, a partir da indexação de artigos de revistas nacionais de arquitetura. Na década seguinte, foi criado um setor para abrigar a coleção de materiais especiais, em suportes variados, dentre os quais destacam-se os negativos em vidro do Escritório Técnico Ramos de Azevedo, fotografias de obras arquitetônicas e interiores, diapositivos e os desenhos originais de importantes arquitetos, engenheiros e escritórios paulistas ligados ao projeto e à construção.

A partir de 1972 a Vila Penteado passa a abrigar a Pós-graduação da FAUUSP e, em 1974, é criada, nesse mesmo edifício, uma biblioteca ramal que passou a ser chamada Biblioteca da Pós-Graduação, inicialmente composta pelas aquisições dos acervos das empresas de planejamento Asplan S.A. e Sagmacs. Paulatinamente, foram acrescentados os materiais de referência para as disciplinas ministradas na pós-graduação, doações de acervos de professores, trabalhos programados dos discentes, dissertações e teses.

As atividades desempenhadas em uma biblioteca demandam profissionais especializados que, apesar de teoricamente divididos em seções com atribuições específicas, precisam trabalhar em sintonia.

Os profissionais da Biblioteca da FAU estão agrupados da seguinte nas seguintes seções:

Conselho Coordenador

A partir da publicação da Portaria nº 12, de 8 de junho de 2016, passou a chamar-se Comissão Assessora da Direção ao Serviço Técnico de Biblioteca, à qual compete “determinar normas e procedimentos, implementar programas didáticos, de pesquisa e extensão junto ao Serviço Técnico”.

A Comissão se reúne mensalmente e está aberta para comunicação: conselhobibfau@usp.br

Composição

Presidente:

Prof. Dr. Artur Rozestraten – representante titular do AUT

 

Membros:

Profa. Dra. Joana Mello – representante titular do AUH

Profa. Dra. Ana Cláudia Castro – representante suplente do AUH

Profa. Dra. Helena Ayoub – representante titular do AUP

Profa. Dra. Paula Santoro – representante suplente do AUP

Prof. Dr. Leonardo Monteiro – representante suplente do AUT

Amarílis Montagnolli Gomes Corrêa – Chefe Técnica da Biblioteca

*No momento não há representantes discentes

Membros convidados: Chefes das Seções Técnicas da Biblioteca e especialistas, conforme a necessidade.

Equipe

Amarílis Montagnolli Gomes Corrêa

Andréia Wojcicki Ruberti

Eliana de Azevedo Marques

Eunice Falqueiro

Fernanda Cezar Ribeiro

Gisele Ferreira de Brito

Ivan Rizzo (estagiário)

Juliana Silva Lins

Leticia de Almeida Sampaio

Lilian Leme Bianconi

Lisely Salles Carvalho Pinto

Maria Satiko Matsuoka

Paola de Marco Lopes dos Santos

Paulo César Santos

Renata Fonseca

Rosilene Lefone

Valéria Aparecida Valente

Seção Técnica de Atendimento ao Usuário

Responsável por prestar desde orientações básicas na recepção e sobre o funcionamento geral das demais seções, até orientações qualificadas quanto às melhores práticas para levantamento bibliográfico; consulta ao catálogo bibliográfico, bases de dados nacionais e internacionais, catálogos exclusivos da Biblioteca da FAU – Índice de Arquitetura Brasileirae Catálogo da Coleção Iconográfica; orientações quanto a normas para formatação de trabalhos acadêmicos; redação científica; operações de empréstimo e devolução de itens da coleção; e serviço de empréstimo entre bibliotecas e comutação bibliográfica.

A Seção é responsável também pela orientação às equipes editoriais de revistas publicadas pela FAU e manutenção das redes sociais da Biblioteca.

Seção Técnica de Materiais Bibliográficos

Responsável pelo desenvolvimento e gestão da coleção bibliográfica (seleção, aquisição e catalogação) que inclui livros, folhetos e revistas nacionais e internacionais; pelo tratamento especial de coleta e catalogação da Produção Científica Docente da FAUUSP publicada nas mais variadas fontes de informação e formatos.

 

Destacam-se na coleção títulos reconhecidamente importantes dentre os quais as revistas brasileiras Acrópole, Módulo e Habitat.

A equipecolabora ainda com a Seção Técnica de Produção Editorial (LPG) confeccionando a ficha catalográfica para as publicações da FAUUSP.

Seção Técnica de Materiais Iconográficos

Responsável pelas atividades de gestão da coleção iconográfica que compreende o recebimento das doações; catalogação; digitalização e conservação digital; questões legais e burocráticasrelacionadas a direito de uso de imagens; controle de empréstimo de itens para exposição; e o atendimento especializado aos mais diversos públicos: alunos de graduação e pós, docentes e pesquisadores da FAUUSP e de outras instituições; veículos de comunicação; escritórios de arquitetura; museus; editoras e outros pesquisadores. Atua em conjunto com a Seção de Preservação e Conservação de Materiais no que diz respeito aos itens dessa coleção e da coleção de mapas.

 

A Seção abriga a coleção de mapas, fotografias, negativos, negativos em vidro, diapositivos, microfilmes, gravações de áudio e vídeo, gravuras, cartazes e desenhos originais de projetos de arquitetura (cerca de 140.000) como por exemplo, Teatro Municipal (Ramos de Azevedo); Edifício Copan (Oscar Niemeyer); Sede do jornal O Estado de São Paulo (Jacques Pilon); Teatro Cultura Artística (Rino Levi); Vila Serra do Navio (Oswaldo Bratke); FAUUSP e Edifício Louveira (João Batista Vilanova Artigas) entre muitos outros projetos e arquitetos renomados.

Seção Técnica de Preservação e Conservação de Materiais

Conta com um laboratório equipado com aparelhos e materiais adequados para a preservação de acervo e equipe especializada, com experiência nacional e internacional, responsável pela elaboração de políticas preventivas de conservação; pela conservação e por reparos nos documentos com suporte em papel; e pela coleção de Obras Raras e Especiais das quais se destacam livros dos séculos XVI e XVII.

A equipe é referência no trabalho que desenvolve e por isso participa e organiza seminários, workshops e campanhas de manuseio apropriado de todos os materiais da Biblioteca da FAUUSP.

Seção de Técnica de Atendimento e Processamento – FAU Maranhão

Criada para suprir a distância entre os edifícios da FAU e dar o apoio necessário aos docentes e alunos de Pós-Graduação, a seção executa quase todas as atividades inerentes à uma biblioteca. Gestão administrativa e gestão da coleção (aquisição e catalogação), além dos serviços de atendimento ao público: empréstimo/renovação/devolução; empréstimo entre Bibliotecas para usuários da FAU e de outras instituições; orientação quanto aos recursos de informação da biblioteca e do sistema; realização de levantamentos bibliográficos; e normalização técnica para a apresentação de trabalhos acadêmicos.

 

Depositária das versões impressas das Dissertações, Teses de Doutorado e de Livre Docência defendidas na FAUUSP, colabora com a Secretaria da Pós-Graduação para a submissão desses trabalhos na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP.

Seção de Apoio Administrativo

Responsável pelas demandas administrativas da Biblioteca como requisições para compra de materiais, controle do almoxarifado, solicitações de serviço de manutenção, distribuição de correspondência administrativa, entrega e recebimento de documentos no Serviço de Expediente etc.

Regulamentos

Capítulo I Das disposições gerais

Artigo 1º – O SBI – Serviço de Biblioteca e Informação da FAUUSP destina-se ao corpo docente, discente e funcionários da FAU, devidamente credenciados, para empréstimo e consulta; e somente para consulta é aberta ao público em geral.

Artigo 2º – O SBI da FAUUSP funcionará todos os dias úteis das 8:00 às 21:30 horas e nos períodos de férias escolares das 8:00 às 19:00 horas. § único – Durante 15 dias úteis de fevereiro a Biblioteca fechará para inventário

Artigo 3º – Não será permitido nas dependências da biblioteca: – Entrada de usuários portando bolsas, sacolas ou similares – os mesmos devem ser depositados no guarda-volumes; – Fumar (lei Estadual de 19/10/1981); – Entrar com alimento ou bebida.

Capítulo II Da consulta

Artigo 4º – A consulta ao acervo será de livre acesso às estantes. § único – O material bibliográfico consultado será reposto nas estantes pelos funcionários.

Artigo 5º – Destinam-se exclusivamente à consulta: a) obras de referência b) materiais especiais c) livros raros

Capítulo III Do empréstimo de material bibliográfico

SEÇÃO I – DA INSCRIÇÃO

Artigo 6º – O empréstimo do material bibliográfico será facultado apenas aos usuários inscritos no SBI da FAUUSP. § único – Os alunos especiais não têm direito à inscrição no SBI da FAUUSP.

Artigo 7º – A inscrição será processada na Seção de Circulação e Empréstimo mediante:
a) assinatura de uma ficha de compromisso:
b) fornecimento de 3 fotos 3×4;
c) comprovante de endereço;
d) comprovante de matrícula para alunos e de contrato para docentes e funcionários;
e) R.G.

§ 1º – A carteira de leitor terá validade por um ano, após o qual deverá ser renovada junto ao balcão de empréstimo com os dados atualizados.

§ 2º – A inscrição poderá a qualquer tempo ser cancelada, a juízo do Conselho de Coordenação da Biblioteca, se verificada a irresponsabilidade do usuário, nos termos do capítulo IV deste Regulamento.

SEÇÃO II – DO EMPRÉSTIMO

Artigo 8º – As obras poderão ser emprestadas aos usuários nas seguintes condições:
a) para o corpo docente o prazo de empréstimo é de 30 (trinta) dias para a retirada de livros, folhetos, revistas encadernadas; ou revistas avulsas, perfazendo um total máximo de 20 (vinte) obras;
b) para os alunos de pós-graduação o prazo é de 15 (quinze) dias para a retirada de 02 (dois) livros, 02 (dois) folhetos ou 02 (dois) periódicos encadernados; e 02 (dois) periódicos avulsos, perfazendo um total máximo de 06 (seis) obras;
c) para os alunos de graduação o prazo é de 01 (uma) semana para a retirada de 02 (dois ) livros, 02 (dois) folhetos ou 02 (dois) periódicos encadernados e mais 02 (dois) periódicos avulsos, perfazendo um total de 06 (seis) obras;

§ 1º – Desde que não haja reserva o prazo poderá ser renovado.

§ 2º – Não poderá haver novo empréstimo de obras para o usuário que ainda detenha obras sob empréstimo no total máximo permitido. §

3º – Ficará vedado ao usuário o empréstimo de materiais pertencentes aos Setores da Biblioteca, se o mesmo estiver em débito com a Seção de Circulação e Empréstimo, e vice-versa.

Artigo 9º – Para o empréstimo é indispensável a apresentação da carteira do usuário.

Artigo 10º – A carteira do usuário é intransferível.
§ único – Em caso de perda da carteira do usuário, a segunda via será fornecida uma semana após aviso à Biblioteca; a emissão da quarta via e subseqüentes acarretará pagamento de taxa a ser estabelecida pelo Conselho de Coordenação da Biblioteca, para o fornecimento de cada nova via.

Artigo 11º – Poderão ser feitas reservas de obras emprestadas.
§ único A reserva temporária de material bibliográfico do acervo da Biblioteca destinado à suplementação de aulas, poderá ser requerida pelos docentes, com antecedência mínima de 10 (dez) dias.

Artigo 12º – Não poderá ser objeto de empréstimo o material bibliográfico citado no Artigo 5º.

Artigo 13º. – Para o empréstimo de obras de outra unidade da USP, UNESP e UNICAMP o usuário deverá solicitar o “empréstimo-entre-bibliotecas” no balcão de empréstimo.

§ 1o. O usuário que utilizar esse serviço ficará sujeito ao prazo, limite e penalidades impostas pela Biblioteca Fornecedora;

§ 2o. Após a devolução do material emprestado na Biblioteca Fornecedora, o usuário deverá trazer a 2a. via do formulário do EEB para a Biblioteca da FAU;

§ 3o. O SBI atenderá pedidos de EEB de outras Unidades da USP, UNESP e UNICAMP, desde que o usuário apresente o formulário que identifique a Biblioteca Solicitante e as obras requeridas, com o nome e o registro do bibliotecário responsável que assiná-lo;

§ 4o. No caso de atraso, só será permitido novo empréstimo para a Biblioteca Solicitante após a devolução das obras anteriormente retiradas;

§5o. Usuários inscritos no SBI da FAUUSP terão preferência no empréstimo, no caso de reservas e pedidos oriundos das Bibliotecas Solicitantes.

Capítulo IV Da responsabilidade dos usuários

Artigo 14º – O usuário é responsável pelas obras em seu poder com a obrigação de devolvê-las dentro do prazo que lhe for fixado.

§ 1º – No caso de duplicação do material o usuário estará sujeito à legislação vigente.

§ 2º – No caso da não devolução do material no prazo estipulado o usuário ficará sujeito às seguintes penalidades: a) suspensão para empréstimos até a devolução do material retirado; b) após a devolução, suspensão por 05 ( cinco ) dias, por dia de atraso.

§ 3º – No caso de haver reincidência do usuário em atraso na devolução de material emprestado, o mesmo estará sujeito à seguinte penalidade: – após 03 (três) atrasos, no período de um ano, o usuário será suspenso para empréstimos por um ano.

Artigo 15º – Haverá suspensão definitiva nos casos considerados graves os quais serão encaminhados pela diretora do SBI para apreciação do Conselho de Coordenação da Biblioteca

§ único – O usuário suspenso poderá recorrer ao CCB e em 2ª instância à Diretoria da FAUUSP.

Artigo 16º – A obra não devolvida em 12 (doze) meses será considerada extraviada

§ 1º – O SBI comunicará ao usuário em questão 30 (trinta) dias antes desse prazo;

§ 2º – Após esses 30 (trinta) dias, se a obra foi realmente considerada extraviada, o SBI cotará o valor da obra igual ou de uma similar e comunicará ao usuário;

§ 3º – Após o comunicado, o usuário terá um prazo de 15 (quinze) dias para a reposição ou maior em casos especiais;

§ 4º – Se a obra não foi reposta, o caso será encaminhado à Diretoria da FAUUSP e ao C.T.A;

§ 5º – Em caso de reincidência o usuário ficará suspenso até a reposição da obra extraviada.

Artigo 17º – Ao término do levantamento de obras extraviadas não repostas, a Diretoria do SBI informará à Diretoria da FAUUSP, à chefia da Seção Pessoal, à chefia da Seção de alunos e à Secretaria da Pós-Graduação os nomes dos usuários em débito para as providências necessárias, conforme regulamentação em vigor.

Artigo 18º – Os casos omissos, serão resolvidos pelo Conselho de Coordenação de Biblioteca.

Regulamento da Biblioteca da Graduação

Regulamento Biblioteca de Graduação

Capítulo I Das disposições gerais

Artigo 1º – O SBI – Serviço de Biblioteca e Informação da FAUUSP destina-se ao corpo docente, discente e funcionários da FAU, devidamente credenciados, para empréstimo e consulta; e somente para consulta é aberta ao público em geral.

Artigo 2º – O SBI da FAUUSP funcionará todos os dias úteis das 8:00 às 21:30 horas e nos períodos de férias escolares das 8:00 às 19:00 horas. § único – Durante 15 dias úteis de fevereiro a Biblioteca fechará para inventário

Artigo 3º – Não será permitido nas dependências da biblioteca: – Entrada de usuários portando bolsas, sacolas ou similares – os mesmos devem ser depositados no guarda-volumes; – Fumar (lei Estadual de 19/10/1981); – Entrar com alimento ou bebida.

Capítulo II Da consulta

Artigo 4º – A consulta ao acervo será de livre acesso às estantes. § único – O material bibliográfico consultado será reposto nas estantes pelos funcionários.

Artigo 5º – Destinam-se exclusivamente à consulta: a) obras de referência b) materiais especiais c) livros raros

Capítulo III Do empréstimo de material bibliográfico

SEÇÃO I – DA INSCRIÇÃO

Artigo 6º – O empréstimo do material bibliográfico será facultado apenas aos usuários inscritos no SBI da FAUUSP. § único – Os alunos especiais não têm direito à inscrição no SBI da FAUUSP.

Artigo 7º – A inscrição será processada na Seção de Circulação e Empréstimo mediante:
a) assinatura de uma ficha de compromisso:
b) fornecimento de 3 fotos 3×4;
c) comprovante de endereço;
d) comprovante de matrícula para alunos e de contrato para docentes e funcionários;
e) R.G.

§ 1º – A carteira de leitor terá validade por um ano, após o qual deverá ser renovada junto ao balcão de empréstimo com os dados atualizados.

§ 2º – A inscrição poderá a qualquer tempo ser cancelada, a juízo do Conselho de Coordenação da Biblioteca, se verificada a irresponsabilidade do usuário, nos termos do capítulo IV deste Regulamento.

SEÇÃO II – DO EMPRÉSTIMO

Artigo 8º – As obras poderão ser emprestadas aos usuários nas seguintes condições:
a) para o corpo docente o prazo de empréstimo é de 30 (trinta) dias para a retirada de livros, folhetos, revistas encadernadas; ou revistas avulsas, perfazendo um total máximo de 20 (vinte) obras;
b) para os alunos de pós-graduação o prazo é de 15 (quinze) dias para a retirada de 02 (dois) livros, 02 (dois) folhetos ou 02 (dois) periódicos encadernados; e 02 (dois) periódicos avulsos, perfazendo um total máximo de 06 (seis) obras;
c) para os alunos de graduação o prazo é de 01 (uma) semana para a retirada de 02 (dois ) livros, 02 (dois) folhetos ou 02 (dois) periódicos encadernados e mais 02 (dois) periódicos avulsos, perfazendo um total de 06 (seis) obras;

§ 1º – Desde que não haja reserva o prazo poderá ser renovado.

§ 2º – Não poderá haver novo empréstimo de obras para o usuário que ainda detenha obras sob empréstimo no total máximo permitido. §

3º – Ficará vedado ao usuário o empréstimo de materiais pertencentes aos Setores da Biblioteca, se o mesmo estiver em débito com a Seção de Circulação e Empréstimo, e vice-versa.

Artigo 9º – Para o empréstimo é indispensável a apresentação da carteira do usuário.

Artigo 10º – A carteira do usuário é intransferível.
§ único – Em caso de perda da carteira do usuário, a segunda via será fornecida uma semana após aviso à Biblioteca; a emissão da quarta via e subseqüentes acarretará pagamento de taxa a ser estabelecida pelo Conselho de Coordenação da Biblioteca, para o fornecimento de cada nova via.

Artigo 11º – Poderão ser feitas reservas de obras emprestadas.
§ único A reserva temporária de material bibliográfico do acervo da Biblioteca destinado à suplementação de aulas, poderá ser requerida pelos docentes, com antecedência mínima de 10 (dez) dias.

Artigo 12º – Não poderá ser objeto de empréstimo o material bibliográfico citado no Artigo 5º.

Artigo 13º. – Para o empréstimo de obras de outra unidade da USP, UNESP e UNICAMP o usuário deverá solicitar o “empréstimo-entre-bibliotecas” no balcão de empréstimo.

§ 1o. O usuário que utilizar esse serviço ficará sujeito ao prazo, limite e penalidades impostas pela Biblioteca Fornecedora;

§ 2o. Após a devolução do material emprestado na Biblioteca Fornecedora, o usuário deverá trazer a 2a. via do formulário do EEB para a Biblioteca da FAU;

§ 3o. O SBI atenderá pedidos de EEB de outras Unidades da USP, UNESP e UNICAMP, desde que o usuário apresente o formulário que identifique a Biblioteca Solicitante e as obras requeridas, com o nome e o registro do bibliotecário responsável que assiná-lo;

§ 4o. No caso de atraso, só será permitido novo empréstimo para a Biblioteca Solicitante após a devolução das obras anteriormente retiradas;

§5o. Usuários inscritos no SBI da FAUUSP terão preferência no empréstimo, no caso de reservas e pedidos oriundos das Bibliotecas Solicitantes.

Capítulo IV Da responsabilidade dos usuários

Artigo 14º – O usuário é responsável pelas obras em seu poder com a obrigação de devolvê-las dentro do prazo que lhe for fixado.

§ 1º – No caso de duplicação do material o usuário estará sujeito à legislação vigente.

§ 2º – No caso da não devolução do material no prazo estipulado o usuário ficará sujeito às seguintes penalidades: a) suspensão para empréstimos até a devolução do material retirado; b) após a devolução, suspensão por 05 ( cinco ) dias, por dia de atraso.

§ 3º – No caso de haver reincidência do usuário em atraso na devolução de material emprestado, o mesmo estará sujeito à seguinte penalidade: – após 03 (três) atrasos, no período de um ano, o usuário será suspenso para empréstimos por um ano.

Artigo 15º – Haverá suspensão definitiva nos casos considerados graves os quais serão encaminhados pela diretora do SBI para apreciação do Conselho de Coordenação da Biblioteca

§ único – O usuário suspenso poderá recorrer ao CCB e em 2ª instância à Diretoria da FAUUSP.

Artigo 16º – A obra não devolvida em 12 (doze) meses será considerada extraviada

§ 1º – O SBI comunicará ao usuário em questão 30 (trinta) dias antes desse prazo;

§ 2º – Após esses 30 (trinta) dias, se a obra foi realmente considerada extraviada, o SBI cotará o valor da obra igual ou de uma similar e comunicará ao usuário;

§ 3º – Após o comunicado, o usuário terá um prazo de 15 (quinze) dias para a reposição ou maior em casos especiais;

§ 4º – Se a obra não foi reposta, o caso será encaminhado à Diretoria da FAUUSP e ao C.T.A;

§ 5º – Em caso de reincidência o usuário ficará suspenso até a reposição da obra extraviada.

Artigo 17º – Ao término do levantamento de obras extraviadas não repostas, a Diretoria do SBI informará à Diretoria da FAUUSP, à chefia da Seção Pessoal, à chefia da Seção de alunos e à Secretaria da Pós-Graduação os nomes dos usuários em débito para as providências necessárias, conforme regulamentação em vigor.

Artigo 18º – Os casos omissos, serão resolvidos pelo Conselho de Coordenação de Biblioteca.

 

 

Regulamento da Comunicação especializada

Comunicação Especializada

Seção de Comunicação Especializada
Setor Audiovisual
Setor de Projetos
Setor de Mapas

REGULAMENTO

Capítulo I Das disposições gerais

Artigo 1º – A Seção de Comunicação Especializada do Serviço de Biblioteca e Informação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, composta pelos Setores Audiovisual, de Projetos e de Mapas, destina-se ao corpo docente, discente e funcionários da FAU, devidamente credenciados para empréstimo e consulta. Aberta ao público em geral apenas para consulta.

§ 1º – Professores convidados poderão ter acesso ao material durante o tempo em que estiverem com vínculo com a FAU, recebendo para tanto, ficha de usuário com esta especificação.

§ 2º – Professores aposentados permanecerão com os mesmos direitos.

Artigo 2º – Os Setores Audiovisual, de Projetos e de Mapas funcionarão todos os dias úteis das 9:00 h às 18:00 h. Nos períodos de férias escolares os setores funcionarão das 9:00 h às 17:00 h.

§ único – Durante o mês de fevereiro os setores fecharão para inventário.

Capítulo II DA CONSULTA

Artigo 3º – A consulta aos acervos será de livre acesso, com exceção do Setor de Projetos, cujos usuários terão livre acesso somente aos catálogos.

§ 1º – O material consultado será reposto nos arquivos pelos funcionários dos respectivos setores.

§ 2º – Destinam-se exclusivamente à consulta:
a) Fotos
b) Mapas

Capítulo III DO EMPRÉSTIMO

Seção I – Da Inscrição

Artigo 4º – A inscrição do usuário será processada na Seção de Circulação e Empréstimo do SBI da FAUUSP observando as exigências estabelecidas:

Seção II – Do Empréstimo

Artigo 5º – O empréstimo do material será facultado apenas aos usuários inscritos no SBI da FAUUSP.

§ 1º – diapositivos e fitas de vídeos não são emprestados aos ex-alunos;

§ 2º – material audiovisual só poderá ser utilizado para fins didáticos.

Artigo 6º – De acordo com o tipo de material emprestado, a quantidade será a seguinte: Setor Audiovisual: – diapositivos: 80 (oitenta) por usuário; – fitas de vídeo, CD-ROM, DVD : 02 (dois) por usuário. Setor de Projetos: – cópias heliográficas de desenhos de arquitetura: 02 (dois) por usuário.

Artigo 7º – Quanto aos prazos de empréstimo, os setores apresentam as seguintes condições:

Setor Audiovisual:

Diapositivos:
a) para o corpo docente – uma semana;
b) para os alunos de pós-graduação – a devolução do material deverá ocorrer no dia seguinte à sua retirada;
c) para os alunos de graduação e funcionários – a devolução deverá ocorrer no mesmo dia em que for retirado;

Fitas de Vídeos:
a) para o corpo docente – uma semana;
b) para os alunos de pós-graduação, alunos de graduação e funcionários – dois dias.

CD-ROM e DVD:
a) para o corpo docente – duas semanas;
b) para os alunos de pós-graduação, alunos de graduação e funcionários – uma semana.

Setor de Projetos:
Serão emprestadas somente as cópias heliográficas dos projetos disponíveis no setor.
a) para o corpo docente – duas semanas;
b) para os alunos de graduação, pós-graduação e funcionários – uma semana

Artigo 8º – Será indispensável a apresentação da carteira de leitor para a retirada de material.

§ 1º – Desde que não haja reserva o prazo poderá ser renovado.

Artigo 9º – A carteira de leitor é intransferível.

Artigo 10º – As reservas de material poderão ser feitas pelo usuário com antecedência de 01 (uma) semana.

Capítulo IV DA RESPONSABILIDADE DOS USUÁRIOS

Artigo 11º – O usuário é responsável pelo material em seu poder com a obrigação de devolvê-lo dentro do prazo que lhe for fixado.

§ 1º – No caso de não devolução no prazo fixado o usuário ficará sujeito às seguintes penalidades:
a) suspensão para empréstimos até a devolução do material retirado; b) após a devolução, suspensão por 05 (cinco) dias, por dia de atraso.

§ 2º – No caso de haver reincidência do usuário em atraso na devolução de material emprestado, o mesmo estará sujeito à seguinte penalidade: – após 03 (três) atrasos, no período de um ano, o usuário será suspenso para empréstimos por um (um) ano.

Artigo 12º – Haverá suspensão definitiva nos casos considerados graves os quais serão encaminhados pela diretora do Serviço de Biblioteca e Informação para apreciação do Conselho de Coordenação da Biblioteca.

§ único – O usuário suspenso poderá recorrer ao Conselho de Coordenação da Biblioteca e em segunda instância à Diretoria da FAU.

Artigo 13º – No caso de perda ou dano do material o usuário deverá tão logo quanto possível, providenciar, por sua conta, a reposição do material extraviado.

§ 1º – Não sendo providenciada a reposição, o setor em questão, comunicará ao usuário que o mesmo terá um prazo de 30 (trinta) dias, para a entrega do material;

§ 2º – Após esses 30 (trinta) dias, se o material não foi reposto, o setor cotará o valor do material igual ou similar e comunicará ao usuário;

§ 3º – Após o comunicado, o usuário terá um prazo de 15 (quinze) dias para reposição. Em casos especiais, o prazo será estudado pelo Conselho de Coordenação da Biblioteca.

§ 4º – Se o material não for reposto, o caso será encaminhado ao Conselho de Coordenação da Biblioteca.

Artigo 14º – No caso de reprodução do material o usuário deverá solicitar autorização formal ao autor e entregar uma cópia desta ao Serviço de Biblioteca e Informação da FAUUSP. Quando não for de autoria conhecida, a solicitação deverá ser encaminhada ao Conselho de Coordenação da Biblioteca.

Regulamento da biblioteca da pós-graduação

Regulamento Biblioteca de Pós-Graduação

Capítulo I Das disposições gerais

Artigo 1º – O SBI – Serviço de Biblioteca e Informação da FAUUSP destina-se ao corpo docente, discente e funcionários da FAU, devidamente credenciados, para empréstimo e consulta; e somente para consulta é aberta ao público em geral.

Artigo 2º – A Biblioteca de Pós-Graduação funcionará de 2a.à 6a.feira das 8:00 às 17:00 horas.

§ único – Durante 15 dias úteis de janeiro e julho a Biblioteca permanecerá fechada para inventário.

Artigo 3º – Não será permitido nas dependências da biblioteca: – Entrada de usuários portando bolsas, sacolas ou similares – os mesmos devem ser depositados no guarda-volumes; – Fumar (lei Estadual de 19/10/1981); – Entrar com alimento ou bebida.

Capítulo II Da consulta

Artigo 4º – A consulta ao acervo será de livre acesso às estantes.

§ único – O material bibliográfico consultado será reposto nas estantes pelos funcionários.

Artigo 5º – Destinam-se exclusivamente à consulta:
a) obras de referência
b) livros raros (LR)
c)livros especiais (LE)

Capítulo III Do empréstimo de material bibliográfico

SEÇÃO I – DA INSCRIÇÃO

Artigo 6º – O empréstimo do material bibliográfico será facultado apenas aos usuários inscritos no SBI da FAUUSP.

§ único – Os alunos especiais não têm direito à inscrição no SBI da FAUUSP.

Artigo 7º – A inscrição será processada na Seção de Circulação e Empréstimo mediante:

a) assinatura de uma ficha de compromisso;
b) fornecimento de 3 fotos 3×4;
c) comprovante de endereço;
d) comprovante de matrícula para alunos e de contrato para docentes e funcionários;
e) R.G. § 1º – A carteira de leitor terá validade de acordo com a data de conclusão do Mestrado ou Doutorado.

§ 2º – Ex-alunos da pós-graduação inscritos na Biblioteca terão direito a renovar sua inscrição;

§ 3º – A inscrição poderá a qualquer tempo ser cancelada, a juízo da Diretoria do SBI da FAUUSP, se verificada a irresponsabilidade do usuário, nos termos do capítulo IV deste Regulamento.

SEÇÃO II – DO EMPRÉSTIMO

Artigo 8º – As obras poderão ser emprestadas aos usuários nas seguintes condições:
a) para o corpo docente o prazo de empréstimo é de 30 (trinta) dias, perfazendo um total máximo de 10 (dez) obras;
b) para os alunos de pós-graduação e funcionários o prazo é de 15 (quinze) dias, perfazendo um total máximo de 06 (seis) obras.

§ 1º – Desde que não haja reserva o prazo poderá ser renovado.

§ 2º – Não poderá haver novo empréstimo de obras para o usuário que ainda detenha obras sob empréstimo no total máximo permitido.

Artigo 9º – Para o empréstimo será indispensável a apresentação da carteira do usuário.

Artigo 10º – A carteira do usuário é intransferível.

§ único – Em caso de perda da carteira do usuário, a segunda via será fornecida uma semana após aviso à Biblioteca; a emissão da quarta via e subseqüentes acarretará pagamento de taxa a ser estabelecida pelo Conselho de Coordenação da Biblioteca, para o fornecimento de cada nova via.

Artigo 11º – Poderão ser feitas reservas de obras emprestadas.

§ único A reserva temporária de material bibliográfico do acervo da Biblioteca, destinado à suplementação de aulas, poderá ser requerida pelos docentes, com antecedência mínima de 10 (dez) dias.

Artigo 12º – Não poderá ser objeto de empréstimo o material bibliográfico citado no Artigo 5º.

Artigo 13o. – Para o empréstimo de obras de outra unidade da USP, UNESP e UNICAMP o usuário deverá solicitar o “empréstimo-entre-bibliotecas” no balcão de empréstimo.

§ 1o. O usuário que utilizar esse serviço ficará sujeito ao prazo, limite e penalidades impostas pela Biblioteca Fornecedora;

§ 2o. Após a devolução do material emprestado na Biblioteca Fornecedora, o usuário deverá trazer a 2a. via do formulário do EEB para a Biblioteca da FAU;

§ 3o. O SBI atenderá pedidos de EEB de outras Unidades da USP, UNESP e UNICAMP, desde que o usuário apresente o formulário que identifique a Biblioteca Solicitante e as obras requeridas, com o nome e o registro do bibliotecário responsável que o assinar;

§ 4o. No caso de atraso, só será permitido novo empréstimo para a Biblioteca Solicitante após a devolução das obras anteriormente retiradas;

§ 5o. Usuários inscritos no SBI da FAUUSP terão preferência no empréstimo, no caso de reservas e pedidos oriundos das Bibliotecas Solicitantes.

Capítulo IV Da responsabilidade dos usuários

Artigo 14º – O usuário é responsável pelas obras em seu poder com a obrigação de devolvê-las dentro do prazo que lhe for fixado.

§ 1º – No caso de duplicação do material o usuário estará sujeito à legislação vigente.

§ 2º – No caso da não devolução do material no prazo estipulado o usuário ficará sujeito às seguintes penalidades:
a) suspensão para empréstimos até a devolução do material retirado; b) após a devolução, suspensão por 05 ( cinco ) dias, por dia de atraso

§ 3º – No caso de haver reincidência do usuário em atraso na devolução de material emprestado, o mesmo estará sujeito à seguinte penalidade: – após 03 ( três ) atrasos, no período de um ano, o usuário será suspenso para empréstimos por um ano.

Artigo 15º – Haverá suspensão definitiva nos casos considerados graves, os quais serão encaminhados pela diretora do SBI para apreciação do Conselho de Coordenação da Biblioteca

§ único – O usuário suspenso poderá recorrer ao CCB e em 2ª instância à Diretoria da FAUUSP.

Artigo 16º – A obra não devolvida em 12 (doze) meses será considerada extraviada.

§ 1º – O SBI comunicará ao usuário em questão 30 (trinta) dias antes desse prazo.

§ 2º – Após esses 30 ( trinta ) dias, se a obra foi realmente considerada extraviada, o SBI cotará o valor da obra igual ou de uma similar e comunicará ao usuário;

§ 3º – Após o comunicado, o usuário terá um prazo de 15 ( quinze ) dias para a reposição ou maior em casos especiais;

§ 4º – Se a obra não foi reposta, o caso será encaminhado à CPG, Diretoria da FAU/USP e ao C. T. A.

§ 5º – Em caso de reincidência o usuário ficará suspenso até a reposição da obra extraviada.

Artigo 17º – Ao término do levantamento de obras extraviadas não repostas, a Diretoria do SBI informará à Diretoria da FAUUSP, à chefia da Seção Pessoal, à chefia da Seção de alunos e à Comissão de Pós-Graduação os nomes dos usuários em débito para as providências necessárias, conforme regulamentação em vigor.

Artigo 18º – Os casos omissos, serão resolvidos pela Diretora da Biblioteca, ouvido o Conselho de Coordenação de Biblioteca, se necessário.